Instagram

Lifestyle

Bravo, Jane Fonda!

Há mulheres cujo exemplo de vida profissional e pessoal são de uma enorme inspiração para várias gerações. São transversais e eternas. Uma das mulheres que sempre admirei, pelo seu percurso, é Jane Fonda. Desde muito novinha que acompanhei a sua carreira, sempre aplaudi a extraordinária atriz que é, juntamente, com o seu pai Peter Fonda (maravilhosos em “A Casa do Lago”!), o irmão Peter Fonda e até a sobrinha Bridget Fonda. 
Sete vezes nomeada para os Óscares, e tendo vencido por duas, são inúmeros os prémios que Jane Fonda recebeu ao longo da vida. Seis globos de ouro, dois Bafta e um Emmy. Poderia ficar-se pela representação, o que já não seria nada mau, mas sempre foi uma mulher de causas. Foi guru de exercícios físicos, é escritora (tem vários livros publicados sobre o envelhecimento) e ativista política. É um exemplo do tão falado empoderamento feminino. Conseguiu o feito de, aos 77 anos, começar a gravar uma série para a Netflix com a amiga de longa data, Lily Tomlin. O sucesso foi tal que já vai na 7ª temporada.
Hoje, aos 81 anos, repito, 81 anos (!) continua a trabalhar e a sua luta por um mundo melhor não abrandou. Em protesto contra o aquecimento global e pela defesa do clima, resolveu mudar-se durante quatro meses para Washinton onde, todas as sextas-feiras, se tem manifestado nas escadas do Congresso, incorrendo no crime de desobediência civil e, por conseguinte, chegando a ser detida – num cenário que se tem repetido e que promete continuar nos próximos tempos. 
Jane Fonda é o exemplo máximo de que não nos devemos deixar levar pela inércia típica da idade. Porque as causas e a luta pelo que acreditamos são o que nos manterá vivas e jovens de espírito.
Bravo Jane! Wonder Jane! Calamity Jane!

Fotografia de capa Victoria Pickering

    Leave a Reply