Instagram

Lifestyle

Amigos, o nosso porto seguro

No Dia do Pai, escrevo-lhe sobre os amigos porque eles também pertencem à nossa família mais chegada. Os amigos são fundamentais na nossa vida. São a nossa terapia. Com eles não precisamos de filtros. Aceitam-nos como somos, aturando os nossos defeitos, e são sinceros nos seus julgamentos. 

Com a idade e a experiência de vida, vamos fazendo uma seleção natural às amizades. Quando era jovem fazia amigos com facilidade, era uma pessoa popular talvez por ser mais extrovertida. Ao longo dos anos fui-me apercebendo que a quantidade não faz a qualidade. Hoje posso dizer que tenho poucos amigos, mas bons. Mas, atenção! As amizades (tal como os amores) também têm de ser alimentadas. Não vamos esperar receber sem dar nada em troca. Apesar de hoje ser uma pessoa que sai muito menos, vou alimentando os amigos nem que seja com um telefonema ou com uma mensagem.

Os bons amigos são para todas as ocasiões. Seja qual for o nosso problema – uma separação, a falta de trabalho, uma perda – estar com os nossos amigos, dizer uns quantos disparates e soltar umas boas gargalhadas é uma terapia insubstituível. 

Tenho amigos mais antigos, outros mais recentes e até tenho amigos que vivem noutros países, mas que, quando voltamos a estar juntos, é como se nos tivéssemos visto na véspera. 

Partilhamos alegrias, tristezas e muita cumplicidade. Os verdadeiros amigos são para a vida. Fazem parte de nós. “A gente não faz amigos, reconhece-os”, já dizia Vinícios de Morais.

  • Reply
    Fernanda
    22 de Março, 2019 at 15:46

    Verdade o que diz mas por vezes alguns supostos amigos decepcionam-nos, e deixam logo de ser amigos. Passam a conhecidos. Não é fácil confiar em alguém e depois de um tempo verificarmos que não o devíamos ter feito.

Leave a Reply