Instagram

Bem-estar

A todas as mulheres

A luta das mulheres por melhores condições de trabalho remonta aos finais do século XIX. Em 1908, nos Estados Unidos, as mulheres começarem a manifestar-se pelo direito ao voto, manifestações essas que, a par e passo, alastraram pela Europa. Foi em 1910,  em Copenhaga, na Dinamarca, que durante a Conferência Internacional de Mulheres – organizada pela Internacional Socialista, foi aprovada uma proposta, apresentada pela alemã Clara Zetkin, de instituir o Dia Internacional da Mulher, embora ainda sem data definida. 

Em 1917, a 23 de Fevereiro (8 de Março no calendário gregoriano) cerca de 90 mil mulheres russas manifestaram-se contra o Czar Nicolau II, contra a fome, as más condições de trabalho e a participação da Rússia na guerra, num protesto que ficou conhecido por “Pão e Paz” – protesto esse que foi fortemente reprimido e que precipitou a Revolução de Outubro de 1917. 

Apesar de tudo isto, foi só em 1975 que as Nações Unidas vieram a instituir o dia 8 de Março como o Dia Internacional da Mulher para celebrar as suas conquistas sociais, políticas e económicas.

Tenho ouvido vozes defender, por várias vezes, que hoje em dia comemorar esta data já não se justifica. Penso que, enquanto houver desigualdade salarial entre os sexos, enquanto a violência doméstica não for erradicada, enquanto houver qualquer tipo de discriminação sobre as mulheres, faz todo o sentido celebrar tudo o que conquistámos até agora e o que ainda iremos conquistar.

Comemorem, mimem-se, estimem-se. Se não puder ser todos os dias que seja hoje. Eis algumas sugestões para aproveitar este dia!

Programa especial no Dolce CampoReal Lisboa
Junte as amigas e celebre este dia especial no Dolce CampoReal Lisboa. Aqui, poderá desfrutar de um jantar de grupo no restaurante Grande Escolha, com o menu do chefpor €26, com bebidas incluídas. Depois do jantar, pode ainda passar a noite no hotel e aproveitar o spapara descomprimir. Os grupos com mais de cinco mulheres têm 20% de desconto na tarifa “Alojamento e Pequeno-almoço”, e ainda de 20% no spa. 

Sabores italianos 
E porque não escolher um restaurante italiano? Seja com a sua cara-metade ou com um grupo de amigas. Sugiro a Mercantina para dar sabor a este dia especial. Atenção às pizas com estrela Michelin, às pastas com sabor a mar e às sobremesas apetitosas. Este restaurante pode ser a escolha certa para desfrutar uma refeição italiana. Os preços podem chegar aos €20 por pessoa. A Mercantina localiza-se em Alvalade e no Chiado, em Lisboa. 


Uma peça de teatro
Neste dia especial, aproveite para ir ao teatro, sozinha ou com amigas. Sugiro-lhe a peça “God”: foi criada para a Broadway e está agora em cena no Teatro Villaret, em Lisboa. 
Em “God”, Joaquim Monchique é Deus e desce à terra para constatar que as coisas não estão tão bem como parecem. Para melhorar o mundo, este Deus vai contar com a ajuda dos arcanjos Miguel e Gabriel e vai responder às grandes questões existenciais que têm atormentado a Humanidade desde o início da criação. 
Os bilhetes custam €16,88.

Maquilhagem Natural 
Isso! Maquilhe-se, mas com uma profissional! Vá até à Wiñk do Amoreiras Shopping ou do Strada Outlet e tenha, em 20 minutos, uma maquilhagem leve que promete marcar a diferença neste dia. 

Mimos especiais
E porque não aproveitar o Dia da Mulher para se oferecer um presente? Afinal, merecemos. Da maquilhagem aos acessórios, acredito que, qualquer uma destas opções, é digna da mulher incrível que é. 

  1. Perfume Women Calvin Klein, €80 (50ml)
  2. Batom L’Absolu Rouge Lancôme, €34,85
  3. Óculos Wayfarer II Evolve Ray Ban, €172
  4. Livro “Eliete”, de Dulce Maria Cardoso, na Wook, €17,01
  5. Supreme Multi-Correction Night Mask Laboratoires Filorga, €66
  6. Mala Belvedere Hobo M Furla, €370

    Leave a Reply